• Projeto Traduções LIVRES

O toque de recolher em D.C. pode impedir que as pessoas votem na terça-feira


Link: https://slate.com/news-and-politics/2020/06/dc-curfew-voting-polls-close.html

Veículo: Slate.com

Data de publicação: 01/06/2020

Autorx: Mark Joseph Stern

Título original: D.C.’s Curfew Could Stop People From Voting Tuesday

Traduzido por/Translated by: Letícia Rodrigues

O Prefeito Muriel Bowser do Distrito de Columbia colocou a cidade em um toque de recolher rígido nas noites de segunda e terça-feira, proibindo a maioria dos residentes de sair de casa depois das 19h. Mas o distrito está no meio da eleição primária, e os centros de votação continuarão abertos até às 20h em ambas as noites. Terça-feira é o último dia para votar. Residentes que votarem em qualquer uma das noites, portanto, correm o risco de serem presos indo para ou voltando de uma seção eleitoral depois do toque de recolher. E Bowser se recusou a explicar como eles podem evitar um confronto com ações policiais no processo.


Por muitos dias, milhares de manifestantes têm protestado contra a brutalidade policial em frente à Casa Branca, motivados por um vídeo de um policial de Minneapolis assassinando George Floyd. Esses protestos se tornaram violentos no sábado e domingo: a polícia atirou gás lacrimogêneo e balas de borracha na multidão, enquanto alguns civis invadiram escritórios e prédios do governo e iniciaram vários incêndios. Bowser esperou até o fim da tarde de domingo para impor um toque de recolher das 23h, embora ele tenha sido amplamente ignorado. O prefeito posteriormente determinou um toque de recolher das 19h para os dois dias seguintes; quem violá-lo, enfrentará 10 dias na cadeia ou uma multa de U$ 300. Ele isenta “indivíduos realizando funções essenciais”, incluindo membros da mídia e trabalhadores da área da saúde.


Mas e os eleitores? Bowser incentivou que os residentes votem cedo, e segunda-feira é o último dia da votação antecipada. Terça-feira é o Dia das Eleições. Porque D.C é em sua grande maioria Democrata, a primária efetivamente determina o vencedor da maioria das disputas para o Conselho de D.C. As seções devem ficar abertas até às 20h. O que acontece com eleitores que saírem de casa para entregar sua cédula de votação depois do toque de recolher?


Na segunda-feira, um representante de Bowser disse a Zach Montellaro, repórter do veículo Politico, que “votar é essencial, portanto os residentes de D.C. votando serão isentos do toque de recolher”. Montellaro perguntou, então, se o gabinete de Bowser havia se comunicado com o Conselho Eleitoral, dado instruções aos mesários, ou estabelecido uma “prova” que os residentes possam precisar para convencer os policiais de que eles quebraram o toque de recolher para votar. O representante não sabia responder nenhuma dessas perguntas.


Proteger eleitores durante essa crise parece não ser uma prioridade para Bowser. Como os protestos atuais tentam mostrar, entretanto, encontros entre ações policiais e civis—especialmente minorias—muitas vezes podem se tornar tensos, violentos, e fatais. o toque de recolher do prefeito dá ao Departamento de Polícia Metropolitano de D.C. a autoridade para parar qualquer um que esteja na rua depois das 19h, já que a mera presença da pessoa é potencialmente ilegal. A mera ameaça de um encontro com a polícia pode ser suficiente para desencorajar pessoas a votarem; elas podem preferir ficar em casa do que se arriscar a entrar em confronto com policiais. Além disso, nesse momento, a cidade está lotada de membros da Guarda Nacional, do Serviço Secreto, do Serviço de Proteção Federal, a Polícia Federal, e a Proteção de Alfândega e Fronteiras. Esses agentes deixarão os residentes votarem sem abuso ou prisão? (A PAF tem um histórico deplorável de ilegalidade.)


Esse critério amplo é um método de discriminação racial, que já é um problema em D.C. O membro do Conselho Charles Allen reconheceu isso na segunda-feira quando twittou que o toque de recolher “impedirá que as pessoas votem e todos nós sabemos quem é mais impactado por isso”. Allen recomendou que o toque de recolher comece às 20h para ao menos coincidir com as seções eleitorais fechando, mas o prefeito rejeitou seu conselho.


A decisão de Bowser é especialmente problemática dada a implementação instável da votação por procuração nessa primavera. O prefeito encorajou os Washingtonians a votar pelo correio por causa da pandemia, mas muitos residentes que solicitaram cédulas de votação ainda não as receberam. O Conselho Eleitoral enviou membros do pessoal dirigindo pelo distrito para entregar as cédulas em mãos em um esforço desesperado e de última hora de compensar pelas falhas sistêmicas. Qualquer um que não receba sua cédula de votação por procuração até terça-feira terá que votar pessoalmente—e potencialmente quebrar o toque de recolher.


A possibilidade de agentes questionarem Washingtonians e ameaçarem eles com penalidades por votarem durante o toque recolher levanta preocupações legais graves. Outras cidades, incluindo Atlanta, criarão um dilema parecido para os eleitores tentando realizar eleições e impor toques de recolher simultaneamente nas próximas semanas. Em tempos de crise, legisladores exercem um poder extraordinário nas nossas vidas e liberdades. Mas eles não têm autoridade constitucional para deixar policiais prenderem americanos a caminho da cabine de votação.

Este post é parte do projeto Traduções LIVRES, que faz traduções livres de matérias e artigos produzidos originalmente em inglês por diversos veículos estrangeiros. Não existe nenhuma intenção comercial por trás da disponibilização desse conteúdo, apenas uma vontade de levar informação para quem não domina o idioma. Não possuímos nenhum direito sobre o conteúdo aqui disponibilizado, nem somos autorxs/produtorxs de nenhuma dessas matérias.



This post is part of the project Traduções LIVRES (free translations), that is currently translating materials and articles originally produced in English by several foreign journalists/writers and publish in different vehicles. There is no commercial intention behind making this content available, just a desire to bring information to those who do not speak the language. We are not the authors nor have the rights over the content provided here.



For any inquiries: hannahebron@gmail.com


4 visualizações
Envie seu pedido de TRADUÇÃO:

© 2023 Orgulhosamente criado com Wix.com